07/12/2009 - 09:26

“África é um bom espaço para os nossos alunos e diplomados iniciarem a sua inserção na vida ativa”

Teresa do Rosário Damásio, responsável pela Direção de Relações Internacionais, Estágios, Emprego e Empreendedorismo da Universidade Lusófona, explicou ao LOC, a propósito da II JOBSHOP África, as vantagens das permutas entre os mercados de trabalho Português e Africano. tr

 

LOC – Quais são os objetivos da segunda edição da JOBSHOP África?

Teresa Damásio - As expectativas são criar nos nossos alunos o hábito de um relacionamento ativo com as empresas que recrutam e selecionam Procuramos também inovar na relação institucional que desenvolvemos com as empresas, uma relação que não passe simplesmente pela atribuição de estágios e inserção nos seus quadros profissionais, mas também pela realização deste tipo de iniciativas em que há transferência de conhecimentos da empresa para a universidade e da universidade para a empresa.

 

LOC – Numa época de desemprego e precariedade laboral, em que medida é o continente Africano, e mais concretamente, os estados que fazem parte da CPLP (Comunidades dos Países de Língua Portuguesa), um mercado com futuro para os recém-licenciados?

 
Teresa Damásio
- Em termos da nossa balança comercial, os países africanos, nomeadamente Angola, aparecem no topo das nossas exportações. Naturalmente quer pelas grandes afinidades linguísticas, culturais e cientificas que existem entre os nossos povos, é próprio pensar que África e o conjunto de Estados que fazem parte da CPLP sejam um bom espaço para os nossos alunos e diplomados iniciarem a sua inserção na vida ativa Se bem que este evento é mais direcionado para os alunos africanos, visto ser nossa firme intenção que eles regressem aos seus países de origem para aí ajudarem ao desenvolvimento das sociedades às quais pertencem.


Tiago Palma

 

Lido 2068 vezes Modificado a 07/10/2010 - 16:08

Parceria

logo-parlamento

Acordo Ortográfico

Os suportes comunicacionais do LOC são produzidos ao abrigo das regras estabelecidas no Acordo Ortográfico de 1990 e posteriores protocolos modificativos.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS