15/09/2009 - 14:09

O futuro do jornalismo discutido em Cardiff

A coordenadora pedagógica da Licenciatura em Comunicação e Jornalismo da Universidade Lusófona, Carla Rodrigues Cardoso, foi a única portuguesa que marcou presença na II Conferência Bienal “The Future of Journalism”, que decorreu nos dias 9 e 10 de Setembro em Cardiff, País de Gales. 

Carla Rodrigues Cardoso apresentou uma comunicação sobre o futuro das revistas de informação, habitualmente designadas por newsmagazines. O trabalho da jornalista e professora universitária integrou a secção que debateu o tema “Views from round the world”.  

A Escola de Jornalismo, Media e Estudos Culturais de Cardiff recebeu a conferência, organizado pelas publicações científicas de referência Journalism Studies e Journalism Practice e patrocinada pela editora Routledge Taylor & Francis.
Carla Rodrigues Cardoso apresentou uma comunicação sobre o futuro das revistas de informação, habitualmente designadas por newsmagazines, enquadrada na investigação que se encontra a desenvolver no âmbito da tese de doutoramento.

 

O trabalho da jornalista e professora universitária integrou a secção que debateu o tema “Views from round the world”. Na deslocação a Cardiff, a académica contou com o apoio do CIMJ (Centro de Investigação Media e Jornalismo) do qual é membro, assim como do CICANT (Centro de Investigação em Comunicação Aplicada, Cultura e Novas Tecnologias) ao qual pertence, na tradução do texto.

Gerir os comentários dos cibernautas

Teóricos provenientes dos quatro cantos do mundo discutiram o futuro da actividade jornalística, focando-se, entre outros aspectos, na questão da continuidade (ou não) dos jornais, a evolução do jornalismo online e a gestão dos conteúdos gerados pelos cibernautas.

Se no que diz respeito ao primeiro tópico, o futuro continua uma incógnita, os comentários dos cidadãos anónimos já ocupa mais de duas dezenas de jornalistas na BBC. Diariamente, 23 jornalistas da televisão pública britânica rastreiam tudo o que é escrito no site para, de quando em vez, descortinarem dados novos e pistas para investigações jornalísticas.

Bob Franklin, o editor de Journalism Studies e Journalism Practice recebeu mais de 300 abstracts, provenientes de 47 países. Foram selecionadas 120 comunicações, num processo que teve início no fim do ano passado. A conferência contou com Betina Peters e James Curran como oradores convidados na sessão plenária e confirmou-se como um dos mais importantes espaços de reflexão na área dos estudos dos media e do jornalismo.

Lido 3329 vezes Modificado a 11/10/2010 - 15:36

Parceria

logo-parlamento

Acordo Ortográfico

Os suportes comunicacionais do LOC são produzidos ao abrigo das regras estabelecidas no Acordo Ortográfico de 1990 e posteriores protocolos modificativos.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS