07/06/2012 - 12:58

A Questão Palestina e a Paz no Médio Oriente

No dia 2 de junho de 2012, a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias teve o prazer de receber, no Auditório Armando Guebuza, o Seminário Internacional sobre «A Questão Palestina e a Paz no Médio Oriente», para debater um dos assuntos que mais preocupação suscita a nível global.

onu-questao-mdA sessão foi orientada pela Presidente do Movimento Pelos Direitos do Povo Palestino e Pela Paz do Médio Oriente (MPPM), a atriz e encenadora Maria do Céu Guerra.

Intervieram também o Presidente do Comité da ONU para o Exercício dos Direitos Inalienáveis do Povo Palestino, e Representante Permanente do Senegal na ONU - o Embaixador Abdou Salam Diallo –, e o Observador Permanente da Palestina na ONU – o Embaixador Riyad Mansour - ambos agradeceram o apoio da Lusófona nesta causa, e frisaram, em grande medida, o cenário de paralisação política que se verifica no território palestino.

Em adição, participaram igualmente no debate Silas Cerqueira, Secretário para as Relações Internacionais do MPPM, Pedro Pereira Leite, Professor da Universidade Lusófona, Carlos Matos Gomes, Coronel do Exército na Reserva, Jornalista, e Carlos Almeida, membro da Direção Nacional do MPPM. José Goulão, Jornalista, e Carlos Almeida, membro da Direção Nacional do MPPM.

O seminário ficou marcado por uma mensagem enviada pelo General Ramalho Eanes, antigo Presidente da República, transmitindo esta votos de esperança para o povo palestino, bem como a necessidade de mobilizar Portugal e a Europa para a realidade que se vive no Médio Oriente.

Neste sentido, predominaram, ao longo de todo o debate, esforços de apelo ao povo português e às suas organizações sociais e políticas, para que façam sentir a sua voz em defesa da paz no Médio Oriente, da solução política dos conflitos, da satisfação dos legítimos direitos do povo palestino, redrobrando, em todos os planos, a sua solidariedade e responsabilidade colectiva, a fim de auxiliar a Palestina.

Na ótica de todos os intervenientes presentes, é perentório solucionar a situação vivida no Médio Oriente. Como tal, é necessário possuir esperança e vontade de socorrer o povo palestino, pois uma «luta constante» certamente permitirá a construção de laços para um futuro melhor.

Tomás Oliveira
Comunicação Institucional LOC

Lido 2164 vezes

Parceria

logo-parlamento

Acordo Ortográfico

Os suportes comunicacionais do LOC são produzidos ao abrigo das regras estabelecidas no Acordo Ortográfico de 1990 e posteriores protocolos modificativos.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS