Eventos

  • Próximos

  • Agenda

<<  Julho 2017  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
02/02/2016 - 16:03

Espaços Comuns: "Experiências digitais; realidades materiais"

José Pedro Sousa, arquiteto convidado a discursar, inicia o segundo ciclo de conferências do “Espaços Comuns”. O debate teve lugar no dia 28 de janeiro e o tema desdobrou-se pela interceção da arquitetura com as culturas digitais.

A arquitetura, bem como todo o processo arquitetónico, sofreu diferentes impactos com a emergência de novas tecnologias. “As tecnologias permitem expandir aquilo que já sabíamos fazer com outros processos, mas agora através de outras possibilidades dentro do meio do digital”, afirma José Pedro. O arquiteto defende que os processos digitais não são uma oposição à práxis convencional desta arte, mas uma forma de complementaridade, onde se “iluminam novas oportunidades”.

As tecnologias cedem ao arquiteto uma oportunidade de aproximação com a fabricação do seu projeto, “através da mediação entre o desenho e uma máquina controlada pelo computador”. O convidado defende ainda que não obstante a aproximação que o arquiteto tem com o projeto, o computador possibilita ainda uma mudança na forma de conceção, materialização e manifestação do processo arquitetónico.

O arquiteto vê nas tecnologias uma forma de prevenir eventuais desastres ou infortúnios que possam destruir o património arquitetónico: “O computador permite ter uma biblioteca digital com os modelos arquitetónicos. Caso ocorra um atentado, por exemplo, podemos reconstruir com base nessa biblioteca”.

José Pedro reconhece as dificuldades da integração do mundo digital na forma teórica e prática da arquitetura: “O desconhecimento das valências das tecnologias leva a incorporação das mesmas de uma forma simplista ou a uma atitude de resistência”. Contudo, segundo o convidado, esta questão está ultrapassada, “as tecnologias são uma ferramenta que pode e deve dialogar com todas as outras ferramentas que temos ao dispor”.

JavaScript is disabled!
To display this content, you need a JavaScript capable browser.

“A arquitetura deve estar sempre atenta ao que se passa na sociedade, não só para saber responder mas também para saber inspirar e orientar essas evoluções”, defende José Pedro. No ponto de vista do conferencista, o arquiteto não se pode limitar apenas ao que herdou desta arte, mas deve ter um olhar atento a tudo o que se passa no mundo.

O debate é resultado do projeto “Espaços Comuns”, que neste dia iniciou um novo ciclo de conferências concentrado na práxis e nas atividades desenvolvidas pelo Homem ligadas à arquitetura. O objetivo é completar a teoria que é proporcionada aos alunos dentro da sala de aula com a prática e a experiência do conferencista convidado. As conferências são ainda alargadas à cidade, a todas as pessoas que demonstram interesse nas palestras que são organizadas.

Nádia Santos

Lido 590 vezes Modificado a 02/02/2016 - 17:02

Parceria

logo-parlamento

Acordo Ortográfico

Os suportes comunicacionais do LOC são produzidos ao abrigo das regras estabelecidas no Acordo Ortográfico de 1990 e posteriores protocolos modificativos.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS